"Não compreendo ainda quem sou, mais estou a procura de mim. Sou apenas um caminhante que perdeu o medo de se perder. Não posso mudar o que fui, mais posso construir o que serei." Augusto Cury
"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser." Mário Quintana
"A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original." Albert Einstein

Você concorda comigo?

~ quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Tenho uma cadela vira-lata, hoje com seus 3 anos, super carinhosa, brava para quem passa na frente do portão (seja até mesmo mosquitos, rs) e desde então eu me pergunto. Maltratar animais não é apenas machucar eles com coisas físicas. Há quem o diga que eles não tem sentimentos. Claro que tem, sentem dor quando você briga com eles. Por vezes, minha cadela junto com seu 'irmão' fizeram algumas 'coisas feias' nos arredores de casa, eu limpo, arrumo e ajeito. Nunca maltratei fisicamente um animal, desde que o fiz quando era mais novo. Nos meus 11 anos e pouco de idade, no qual toquei uma pedra para assustar um cão, e ele correu, para quase ser atropelado. Você entende isso? 


Eu em 1 segundo atirei a pedra, tremi e suei frio. Vendo a possível morte dele por minha culpa. Ele escapou ileso. E eu não. A culpa me consumia. Eu pensava em coisas que NÃO deveria ter feito. E quantas pessoas o fazem? :( Lembrem-se sempre, os animais não tem culpa das ações que os tem, eles não podem se arrepender, eles podem apenas ficar com medo. Se um animal faz uma besteira como urinar em algum cômodo da sua casa e você maltrata ele, como muitos, esfregando a cara dele no local, ele não vai 'aprender' ele vai ter medo. Mas, me diga qual ser humano em sua vã analise sobre ele considerou o motivo de ele urinar ali? Quem deveria aprender somos nós. Aprender que pauladas e mals tratos devem ser feitos contra nós mesmos, a cada tapa dado com violência em um animal, que lhe seja feito duas vezes e com mais força a você. Não estou julgando, há animais nos quais não há como realmente 'ensinar' e alguns nem medo tem. Mas, não há necessidade de maltratar ou até mesmo os deixar numa situação que já é mais baixa. Somos humanos, talvez animais. Mas racionais. Ou vocês chegaram a ler tudo isso não sendo tais? Pense antes de agir. A vida a qual você conhece hoje, se é possível por causa de pessoas que cuidaram pra tudo não ser arruinado.

4 Comentários:

Iára disse...

Adorei o texto, bem consciente.
Maltratar os animais é um ato horrível quem faz isso me parece que não tem amor no coração, muitos deles são tão indefesos e mesmo assim são tão maltratados :X
Mais nos teus 11 anos aprendesse uma lição, e acho que vais levar para a vida toda ;)
As vezes eles fazem algumas sujeiras, bagunças, ai agente fica de cabeça quente e briga com eles mais depois te olham com aquele olhar de sem dono ai já per doamos *-*
E por fim somos racionais temos que entender que os animais são ensinados pro nós,se ele fez sujeira em lugares que não gostamos,é porque não ensinamos que ali não pode.
Ah eu concordo contigo e gostei muito do textinho!
Beijos

Andrelise disse...

bom, eu sou apaixonada por animais, e ver você falando assim com tanto carinho, adoro né! até hoje tenho saudade do meu bebê e não passa um dia em que não pense nele, muitos animais merecem muito mais do que muitos humanos por ai :/
lembro de algumas vezes que eu brigava com ele por ter feito alguma coisa de errado, sério ele intendia haha, era um anjo!

"Amor é quando seu cachorro lambe sua cara, mesmo depois
que você deixa ele sozinho o dia inteiro".

Daniel Pereira disse...

Belo texto

Andresa de Aguiar Corrêa disse...

Achei o texto muito bom, em algumas partes me fizeram pensar, eu tenho o Layon(um lavrador, que tá com 8 meses), ele ainda é criança pra idade que ele tem, e passa o dia no canil, a noite que eu solto, e quando eu solto, ele quer brincar, fica pulando em cima de mim, correr pra um lado e pro outro, e quando to de "mal humor" eu grito com ele,(minha mãe me de louca por grita com meu cachoro, ela acha que ele entende nada, rs, mais eu insisto em conversa com ele , rsrs), e sabe, ele não quer gritos, ele não tem culpa dos meus problemas, e eu desconto nele, e no final ele só quer atenção ;s

Postar um comentário

Prefira comentar usando seu nome. Para isso em COMENTAR COMO selecione NOME/URL e no campo NOME digite seu NOME ou APELIDO que preferir. O campo URL não é obrigatório.

Se você tem uma conta no Google (Gmail, Youtube, Orkut, Blogger) selecione CONTA DO GOOGLE faça LOGIN e comente usando seu perfil.

Comentários fora do contexto do texto, ou de chigamentos são deletados.

Todos os comentários são lidos!

Alguma obra foi posta aqui sem referência? Informe-nos, comentando aqui!

Use do bom português e de bom senso sempre.